Páginas

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Beco Sem Saída

Como o povo de Israel diante do Mar Vermelho, às vezes também nos encontramos em situação da qual não parece haver escape ou livramento.
Ninguém quer passar por dificuldades! Queremos permanecer no conforto, na comodidade em que é bem melhor ficar, pois não há dor.
Mas como diz a canção “Sem dor, não há vencedor”.
Haverá momentos em nossa vida em que nos encontraremos com em um beco sem saída. Mas isso acontecerá para que o dom que há dentro de nós seja despertado. Para sairmos do conformismo. Para alcançarmos maior maturidade.
E Deus permitirá que sejamos golpeados exatamente para isso, para ganhar maior maturidade. Pois de outra forma, nós não ouviríamos sua voz.
Portanto, com a experiência do povo de Israel no deserto, aprendemos as seguintes coisas:
Primeiramente que “Beco Sem Saída” é o lugar a que às vezes Deus nos leva: “Disse o Senhor a Moisés: Fala aos filhos de Israel que se voltem e se acampem diante de Pi-Hairote, entre Migdol e o mar, diante de Baal-Zefom; em frente dele assentareis o acampamento junto ao mar. Então Faraó dirá dos filhos de Israel: Eles estão embaraçados na terra, o deserto os encerrou. Eu endurecerei o coração de Faraó, e ele os perseguirá; glorificar-me-ei em Faraó, e em todo o seu exército; e saberão os egípcios que eu sou o Senhor. E eles fizeram assim. (Êxodo 14. 1-4a).
Em segundo, que “Beco Sem Saída” é o lugar em que Deus nos prova no caminho da Obediência: “E eles fizeram assim” (Êxodo 14. 4b). E permitindo que nos sobrevenham circunstâncias difíceis: “Quando, pois, foi anunciado ao rei do Egito que o povo havia fugido, mudou-se o coração de Faraó, e dos seus servos, contra o povo, e disseram: Que é isso que fizemos, permitindo que Israel saísse e deixasse de nos servir? E Faraó aprontou o seu carro, e tomou consigo o seu povo; tomou também seiscentos carros escolhidos e todos os carros do Egito, e capitães sobre todos eles. Porque o Senhor endureceu o coração de Faraó, rei do Egito, e este perseguiu os filhos de Israel; pois os filhos de Israel saíam afoitamente. Os egípcios, com todos os cavalos e carros de Faraó, e os seus cavaleiros e o seu exército, os perseguiram e os alcançaram acampados junto ao mar, perto de Pi-Hairote, diante de Baal-Zefom” (Êxodo 14.5-9).
Em terceiro, aprendemos que “Beco Sem Saída” é o lugar em que às vezes falhamos com o Senhor por falta de fé: “Quando Faraó se aproximava, os filhos de Israel levantaram os olhos, e eis que os egípcios marchavam atrás deles; pelo que tiveram muito medo os filhos de Israel e clamaram ao Senhor” (Êxodo 14.10). Por nossas reclamações: “e disseram a Moisés: Foi porque não havia sepulcros no Egito que de lá nos tiraste para morrermos neste deserto? Por que nos fizeste isto, tirando-nos do Egito? Não é isto o que te dissemos no Egito: Deixa-nos, que sirvamos aos egípcios? Pois melhor nos fora servir aos egípcios, do que morrermos no deserto” (Êxodo 14.11-12).
Em quarto, aprendemos que “Beco Sem Saída” é o lugar em que Deus nos ajuda no momento certo: “Moisés, porém, disse ao povo: Não temais; estai quietos, e vede o livramento do Senhor, que ele hoje vos fará; porque aos egípcios que hoje vistes, nunca mais tornareis a ver” (Êxodo 14.13). E também tomando o controle: “o Senhor pelejará por vós; e vós vos calareis” (Êxodo 14.14).
Com a experiência do povo de Israel no deserto aprendemos que o Senhor sempre nos dará um livramento quando estivermos num beco sem saída. Da mesma forma como o fez com o povo de Israel.
Para isso precisamos dar nosso passo de fé: “Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu, levanta a tua vara, e estende a mão sobre o mar e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco” (Êxodo 14. 15,16).
Que o Senhor o abençoe com a leitura desse texto.
 
Mensagem baseada no Texto de Êxodo 14:1-16.

Sin Dolor – Lilly Goodman


Não, sem dor, não há vencedor
Tudo custa um valor
Pelo qual devemos lutar
Apesar de tropeçar
O que importaria ganhar
Se foi tão fácil chegar
A meta e ao final, que proveito terá

(Refrão)

Sim, eu sei
Às vezes devemos ser golpeados
Para poder crescer
E alcançar um pouco mais
De maturidade
Porque não havia outra forma de saber
Lidar com o que virá
E ainda que a dor nesse
Tempo possa ser tão cruel,
Deus não nos deixará
Permanecer
Mais tempo do que possamos
Suportar

Não quer passar dificuldades
Mas às vezes, servirá
Para despertar o dom que há dentro
E sair do conforto
Que lhe detém nesse lugar
E a meta com firmeza alcançar

quinta-feira, 26 de julho de 2012

SAIBA OS EFEITOS DO CRACK NAS PESSOAS


Foi aberto um precedente perigoso quando com a desculpa de que a maconha não é tão prejudicial como as outras drogas, que ela, entre outras drogas, é a que causa menos dependência, e que é a que menos males faz a saúde, permitiu-se o uso dela e muito pouco se fez para que um movimento contra.
De fato é comprovado que a maconha tem essas características. E por isso há tanta ênfase em provar que a maconha não faz tanto mal assim.
No entanto, muitos estão no mundo das drogas hoje, porque começaram com a maconha.
E isso acontece porque entre as drogas a maconha é a mais barata. Ela torna-se a primeira opção.  Depois os usuários passam a querer experimentar a cocaína ou heroína.
Mas tem-se verificado que isso tem mudado nos últimos anos. E isso por causa de outra droga: o CRACK.
Quando olhamos para aquelas pessoas com aparência monstruosa e cadavéricas, verdadeiros zumbis; encontramos por trás disso o CRACK. A mais terrível droga comercializada hoje no Brasil.
Com o precedente aberto lá trás com a cocaína, o Brasil vive hoje um problema social e de saúde e segurança pública.
Sabe por quê?
Por que por ser mais barato que a cocaína, o CRACK pode ser consumido por qualquer classe social, inclusive pelos mendigos. Por que o CRACK vicia muito mais rápido, bastando de 3 a 5 doses. Por que os males à saúde ocorrem em um período muito curto de tempo. Por que por ser mais barato, tanto criança como adolescentes tem acesso. Por que o efeito do CRACK dura muito pouco tempo, de 5 a 10 minutos, fazendo o usuário consumir a droga cada vez mais. E por que, por ser fumada, a resposta do CRACK é muito mais rápida do que a cocaína, que deve ser inalada.
Todos esses ingredientes compõe o conjunto de malefícios do CRACK.
E a síndrome de abstinência é feroz, pois a interrupção do uso pode causar angústia, fome, violência, depressão, psicose, perda do apetite sexual, insônia ou sono excessivo, em muitos casos há o desejo de suicídio.
Esta é a realidade vivenciada no Brasil hoje, devido a um precedente que muitos julgaram inocente.
Enquanto houver ganância, seja de indústrias, comerciantes ou governantes, teremos sempre uma terra sem pai.
Quer um viver livre? Sem essa “terra de zumbis” chamada Cracolândia?
A Bíblia nos ensina: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8.32). Jesus certa vez disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14.6).
É conhecendo a Bíblia e o que nela é ensinado, que poderemos nos ver livre verdadeiramente.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Mensagem: Desfazendo Uma Vida Sem Amor


Há momentos que passamos por situações complicadas.
São aqueles momentos que mostram o que de fato existe dentro de nós. Nossas motivações, nossos anseios, nosso "EU" verdadeiro.

O que tenho aprendido nesta jornada pelo caminho é que um cristão pode remover montanhas por meio da fé, pode realizar prodígios e milagres, pode conhecer a Bíblia inteirinha, pode ter um fantástico conhecimento teológico, pode pertencer a mais perfeita organização eclesial, pode executar todos os atos rituais, mais, se não tiver amor, ele jamais existiu para Deus: "E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria".

Mensagem baseada em 1 Corintios 13.3.

É Tempo de Louvar


Pois eis que já passou o inverno; 
a chuva cessou, e se foi;
 aparecem as flores na terra; 
já chegou o tempo de cantarem as aves,
 e a voz da rola ouve-se em nossa terra.

O inverno sempre vem antes do verão.
As tempestades de outono trazem logo após, uma sensação de frescor e pureza.
Isso indica que as flores podem cair, as árvores podem secar e os ventos podem levar as folhas para longe. Mas, com certeza a primavera sempre virá; trazendo com ela alegria, esperança e calor.
Uma nova vida!
Assim também é nossa vida. Podem vir os invernos frios em nossos sentimentos e atitudes.
Relacionamentos podem se acabar, nossos sonhos podem ser levados pela desesperança. Grandes problemas podem vir sobre nós como uma grande tempestade.
Mas temos a certeza de poder sorrir novamente. De voltar a ter esperança.
Jesus tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas dores.
Qual é o maior projeto de sua vida? Qual é o seu principal sonho? O que mais gostaria que acontecesse na sua história?
Jesus quer lhe dar alegria. Pois só nEle existe salvação. Entregue sua vida a Ele, e você verá que todas as outras coisas Ele fará.

Citações da Bíblia: Cantares 2:11,12;  Mateus 8:17; Salmo 37:5

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Dentro de Mim


Tudo passa!
Não há nada que possamos viver que se eternizará.  Pois como disse certa vez um texto de Lili Rosaly Alvez: “Flores morrem... Histórias acabam... Músicas desaparecem... Memórias são esquecidas... Tudo tem fim, mas pessoas preciosas como você são guardadas para sempre, aqui dentro de mim...”.
Realmente existem pessoas que espalham a luz por onde passam. São como anjos enviados para nos socorrer em determinados momentos. E como anjos, não pertencem a nós, embora nos ajudem, trazendo energia e força para aquele que precisa. Sua presença é temporária.
Essas pessoas fazem o que podem para nos ajudar a sair da escuridão. Fazem o podem para trazer luz à alma ferida. E como anjos trazem uma palavra de conforto, de esperança e de paz.
Como diz a canção do canto Roberto Carlos:

Quem me dera que as pessoas que se encontram
Se abraçassem como velhos conhecidos
Descobrissem que se amam
E se unissem na verdade dos amigos
E no topo do universo uma bandeira
Estaria no infinito iluminada
Pela força desse amor, luz verdadeira
Dessa paz tão desejada.
...
Se as cores se misturam pelos campos
É que flores diferentes vivem juntas
E a voz dos ventos na canção de Deus
Responde todas as perguntas.

Mas existe alguém esperando para fazer parte de seu circulo de amigos. E esse não passa, Ele permanece! Pois Ele é eterno. Ele disse: “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chamei-vos amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos dei a conhecer” (João 15.15).
Ele nunca nos deixa só!
Se você permitir Ele se estabelecerá em sua vida, e estará presente todas as vezes que você O chamar.


Vírus Altamente Perigoso



Me Ama (How He Loves) - Diante do Trono

Me Ama (How He Loves)
Tem ciúmes de mim
O Seu amor é como um furacão
E eu me rendo ao vento de Sua misericórdia
Então, de repente não vejo mais minhas aflições
Eu só vejo a glória
E percebo quão maravilhoso Ele é
E o tanto que Ele me quer
Oh, Ele me amou
Oh, Ele me ama
Ele me amou
Tem ciúmes de mim
O Seu amor é como um furacão
E eu me rendo ao vento de Sua misericórdia
Então, de repente não vejo mais minhas aflições
Eu só vejo a glória
E percebo quão maravilhoso Ele é
E o tanto que Ele me quer
Oh, Ele me amou
Oh, Ele me ama
Ele me amou
Me ama
Ele me ama
Ele me ama
Ele me ama (2x)
Somos Sua herança
E Ele o nosso galardão
Seu olhar de graça nos atrai à redenção
Se a graça é um oceano, estamos afogando
O céu se une à terra como um beijo apaixonado
Meu coração dispara em meu peito acelerado
Não tenho tempo pra perder com ressentimentos
Quando penso que Ele
Me ama
Ele me ama
Ele me ama
Ele me ama (2x)
Me ama
Ele me ama
Ele me ama
Ele me ama (2x)
Oh, Ele me amou
Oh, Ele me ama
Ele me amou (2x)
Oh, Ele me amou
Oh, Ele me ama
Ele me amou (4x)
Me ama
Ele me ama
Ele me ama
Ele me ama (2x)
Eu não tenho tempo pra perder com ressentimentos
Quando penso que Ele
Me ama
Ele me ama
Ele me ama
Ele me ama (4x)
Oh, Ele me amou
Oh, Ele me ama
Ele me amou (3x)

domingo, 15 de julho de 2012

Adore - Jaci Velasquez


Desde o momento que tu abristes meus olhos
Eu tenho visto o mundo em uma luz diferente
Desde o alvorecer até a luz do sol
Eu estou regozijada por tudo que tu fizestes

Refrão:
Adoro, adoro, adoro
Jesus eu te adoro, sim eu
Adoro, adoro, adoro, adoro
Jesus eu te adoro
E eu coloco minha vida perante a ti, senhor

Aí está uma união de dois vir a ser um
No fundo, dentro do meu coração
Eu sei o que digo
Tu tens dado tudo para mim
E o mínimo que posso fazer
É dar meu coração de volta para ti

E eu sou e sempre quero ser teu, senhor
Tudo dentro em mim grita:

Refrão:
(3x) adoro, adoro, adoro
Jesus eu te adoro
Adoro, adoro, adoro, adoro
Jesus eu te adoro
E eu coloco minha vida perante a ti, senhor

E eu coloco minha vida peranti a ti senhor
Eu anseio te amar e te adorar
Eu coloco minha vida perante a ti senhor
Eu te adoro

Mensagem - Porque Sofremos?

Mensagem baseada no texto de Tiago 4.7.

Três Desejos

Para muita gente, a vida consiste simplesmente na abundância das coisas que possui. São pessoas ambiciosas e cobiçosas.
Nos tempos de Jesus não era diferente. A Bíblia diz: “E disse ao povo: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui. Propôs-lhes então uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produzira com abundância; e ele arrazoava consigo, dizendo: Que farei? Pois não tenho onde recolher os meus frutos. Disse então: Farei isto: derribarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todos os meus cereais e os meus bens; e direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe, regala-te. Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus. E disse aos seus discípulos: Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, nem quanto ao corpo, pelo que haveis de vestir.  Pois a vida é mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário” (Lucas 12.15-23).
Existem muitas pessoas prosperando, ajuntando tesouros aqui na terra. Mas se esquecendo de ajuntar tesouros no céu. Se esquecem de Deus. Se esquecem que tudo fora de Deus não passam de coisas vãs. O sábio disse: “Isso também é ilusão, é correr atrás do vento. É muito melhor ficar satisfeito com o que se tem do que estar sempre querendo mais” (Eclesiastes 6.9).
As riquezas desse mundo as ferrugens corroem, o ladrão rouba. Existe a preocupação com a segurança e uma tremenda dor de cabeça para mantê-la.
A verdadeira riqueza é aquela que você pode ter sem se preocupar com o seu fim. Deus diz: “Riquezas e honra estão comigo; sim, riquezas duráveis e justiça” (Provérbios 8.18).
Muita gente no passado foi enterrada com suas riquezas. Pensavam que assim se eternizariam e permaneceriam ricas. Mas a Bíblia ensina: “Aquele que confia nas suas riquezas cairá; porém os honestos prosperarão como as folhagens” (Provérbios 11. 28).
Conta-se que Alexandre, o Grande, fez três pedidos para ocorrerem após sua morte.
O primeiro deles era que o seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época. O segundo, que fosse espalhado no caminho até o seu túmulo os seus tesouros conquistados, como prata, ouro e pedras preciosas. O terceiro pedido era que suas duas mãos fossem deixadas no ar, fora do caixão, à vista de todos.
Parecem pedidos absurdos. O mesmo deve ter pensado um dos seus generais que admirado com esses pedidos insólitos, perguntou a Alexandre quais as razões desses pedidos.
A explicação eu ele obteve foi a seguinte:
“Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles não têm poder de cura perante a morte; Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem; Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos”.
Questões para pensarmos. Questões para compararmos com a prática da cobiça. Pois um questionamento que Jesus fez em relação a esse assunto foi: “Pois que aproveita ao homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida? ou que dará o homem em troca da sua vida?” (Mateus 16.26).


terça-feira, 10 de julho de 2012

Uma Vida de Dependência



Na vida necessitamos de diversas coisas para viver: de alimento, de higiene, de vestimentas, de água, do ar, de exercícios, de educação, de amor, e muitas outras coisas.

Na vida cristã, não é diferente, pois ela é uma vida de constante dependência.

Se não, vejamos:

1 - Dependemos de Cristo Para a Salvação: "não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo" (Tito 3:5).

2- Dependemos da Palavra de Deus Para Crescimento Espiritual: "desejai como meninos recém-nascidos, o puro leite espiritual, a fim de por ele crescerdes para a salvação" (1 Pedro 2:2).

3- Dependemos da Oração Para Poder Espiritual: "e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados" (Tiago 5:15).


4- Dependemos da Comunhão Para Crescimento Mútuo: "sim, o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que vós também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo" (1 João 1:3).

Como podemos ver, a vida cristã também é uma vida de constante dependência. Não há como vive-la isolado. A vida cristã é uma vida de comunhão. De relacionamento.

Um relacionamento vertical que une os homens e um relacionamento horizontal, que une o homem com Deus.

Que o Senhor nos dê entendimento para isso. Em nome de Jesus.


Mensagem pregada na Congregação da 3ª Igreja Presbiteriana em São Cristovão em 22/09/1999. 

Aceite A Jesus Hoje


quinta-feira, 5 de julho de 2012

Coisas Que Esquecemos Pelo Caminho


A vida é cheia de momentos.
É como as águas do rio que passam. Alguns desses momentos nunca mais se repetirão. Levam as oportunidades que se não aproveitadas, podem nunca mais existirem novamente. Simplesmente passam.
E nesse passar, ficam lembranças. Recordações boas e más. De coisas que vamos esquecendo pelo caminho.
O ruim é quando ao entardecer de nossa idade jovial, nos deparamos com o tempo que passou... A vida passou, as oportunidades vieram e as deixamos passar como aquele barco no mar. Levado apenas pelo vento.
É ruim se deparar que nos esquecemos de que a vida é cheia de momentos, que corremos tanto pela vida, que os momentos mais importantes não foram vividos. Que de tanto buscar ser em tudo o primeiro, nos esquecemos de pequenos detalhes que fariam a diferença se os tivéssemos vividos.
Ah... Que loucura querer brincar com os sentimentos, vivendo dos aplausos que nos dão, mas que estão envoltos apenas em sonhos. É como cantar uma canção ao vento... E depois descobrir que já não se é mais como antes, e já não se sabe mais o que se sente.
Coisas que vamos esquecendo pelo caminho.
De tanto falar de amor e de vida, é possível nos encontrarmos sem amor na noite de um dia. Pois depois de brincarmos com aquela pessoa que mais queríamos, nos vemos sem querer sem o melhor que tínhamos.
Pois fomos ocultando a verdade com mentiras, nos esquecendo e nos enganando sem saber que éramos nós quem perdíamos. E depois de tanto esperar o que nunca oferecemos, vivemos a chorar aquilo que mais tememos...
Coisas que vamos esquecendo pelo caminho.
Corremos tanto pela vida, tentamos roubar tempo ao tempo, nos esquecemos até dos melhores amigos... Dos filhos... Do cônjuge... Da fé... De Cristo...
Lutamos tanto sem pensar no fracasso. E depois descobrimos que vivemos sem motivos.
Aquilo que deveria ser importante foi esquecido pelo caminho.
Amor, gozo, paz, paciência, bondade e fidelidade são coisas que não podemos esquecer pelo caminho.
Essas coisas só entendemos mais profundamente quando encontramos Jesus e fazemos como fez sua mãe depois de o haver esquecido em outra cidade e voltar para encontrá-lo: “E sua mãe guardava todas estas coisas em seu coração.”

Baseado no texto de Lucas 2.42-51.

Mensagem: Existe Deus?

Mensagem baseada no texto de Romanos 1. 19.

domingo, 1 de julho de 2012

O Cristianismo e a Depressão - Parte 1

Há uma estatística que mostra que os números são preocupantes, ela diz que 10 milhões de brasileiros sofrem de depressão.
Estima-se que o distúrbio se manifesta em 15% a 20% da população do planeta pelo menos uma vez durante a vida.
Quem sofre a primeira crise tem 50% de chance de reincidência. Após o segundo episódio, a probabilidade sobe para 70% e a partir do terceiro pula para 90%.
Apesar das estatísticas pouco animadoras, existem diversos recursos disponíveis para controlar a doença que, dependendo da intensidade, além da tristeza profunda e inexplicável, pode incluir entre seus sintomas distúrbios do sono e de apetite, irritabilidade, cansaço, perda de memória, dores de cabeça e no corpo, problemas digestivos e até mesmo pensamento suicida.
A depressão é um dos maiores males nos dias de hoje. Ela atinge uma grande porcentagem de pessoas. Nas igrejas, muitas vezes, ainda são vistas como pessoas sem fé, presas ao pecado e sem espiritualidade.
Estudos e pesquisas na área médica, psicológica, psiquiátrica e da espiritualidade, tem demonstrado que a depressão é resultado de diversos fatores presentes na vida moderna. Muitos deles são fatores físicos e orgânicos, como problemas hormonais. Outros fatores são de fundo emocional, sendo que existem as de origem espiritual. A constância da tensão na vida de hoje provoca desequilíbrios físicos, psicológicos, espirituais e sociais, produzindo desânimo, tristeza, falta de vigor, angústia e depressão.
Antigamente, a depressão era conhecida como melancolia. É o mais patológico de todos os estados emocionais. As funções psíquicas do deprimido ficam perturbadas em seu conjunto, ocorrendo diminuição de energia e das atividades, com o enfermo vivenciando grande astenia (fraqueza orgânica, debilidade) e profunda tristeza.
A depressão é uma forma do que se conhece como um transtorno afetivo ou de humor porque está primariamente ligada a uma mudança de disposição de humor.
Assim como a culpa, a depressão ocorre quando a raiva fica recolhida e voltada para dentro do indivíduo. Geralmente a pessoa no estado deprimido tem baixo interesse pela vida, podendo pensar que o suicídio é a única solução para o seu sofrimento, que é agravado com lembranças de fatos reprimidos.
A Síndrome do Pânico é uma intensificação da depressão ou medo que o indivíduo acaba permitindo que adentre por completo o seu ser.
Se fossemos falar deste assunto um tempo atrás, estaríamos adentrando em um terreno ainda não muito cogitado pelos cristãos. Depressão era um vocábulo inexistente para o chamado verdadeiro cristão.
Mas, sabe-se que, atualmente não podemos ficar omissos frente a uma doença que tem alcançado muitos cristãos.
Um conselho importante para os momentos de depressão é o do Apóstolo Paulo: “Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno” (Efésios 6. 16)

Leia também:
O Cristianismo e a Depressão – Parte 2.
O Cristianismo e a Depressão - Parte 3.