Páginas

sexta-feira, 30 de março de 2012

Quem Sabe Hoje?



Alguma vez você abriu seu coração para Jesus 100%?
Já o aceitou como seu amigo e salvador de sua alma?
Hoje é o dia de aceitar, hoje é o dia da salvação.

“Procurem a ajuda de Deus enquanto podem achá-lo; orem ao Senhor enquanto Ele está perto!” - Isaias 55. 6.

Todo Silêncio Me Incomoda


Vivemos numa época em que as pessoas não conseguem mais viver no silêncio, na causaria, na tranqüilidade.
São pessoas que vivem com essa inquietude da alma. Pois o silêncio nos obriga a refletir. Acostumaram-se ao barulho e não suportam ficar sozinhos, não suportam o silêncio. Não suportam olhar para si mesmos.
Creio que vale aqui uma palavra: “Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele que é o meu socorro, e o meu Deus” (Salmos 42.11).
Talvez a razão de o silêncio incomodar as pessoas seja o fato de que, é nesse instante que questões sobre a nossa existência surgem em nossa mente, passamos a pensar sobre nós, sobre a vida, e muitas outras questões importantes. É nesse momento que você acaba tendo um encontro consigo mesmo. E quando se tem um encontro consigo mesmo, é quase inevitável ter também um encontro com Deus.
Nesse momento surge a necessidade de se fazer uma escolha. Em acreditar ou não em Deus. Em aceitar viver uma vida que agrada a esse Deus, ou continuar vivendo a vida de forma: “deixa a vida me levar”.
As pessoas que contemplam o silêncio se conhecem melhor e tem a capacidade de resolver melhor qualquer tipo de problema que possa surgir no seu dia a dia.
São pessoas que aprenderam a esperar em Deus. Que não tiveram medo de encarar os conflitos internos gerados pelas questões que surgem quando estão em silencio, são pessoas que não procuram algo para se distrair, mas confessam os seus erros diante daquele que “é fiel e justo para perdoar todos os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1. 9).

domingo, 25 de março de 2012

Mensagem: Conquistando A Visão do Milagre


“Senhor, mesmo que eu não veja o meu presente hoje, 
dá-me visão do milagre e do infinito”

Uma certeza que todos temos quando paramos para observar o tempo, é que ele está passando.
Muita gente se frustra quando ele pára para fazer uma retrospectiva de sua própria vida e analisar o que se conquistou até o momento, presente.
É nesse momento que muita gente desiste. Deixa de crer. Acredita não valer a pena ser cristão. Pois não consegue enxergar o quanto de benção Deus realizou ou está realizando em sua vida. 

Mensagem baseada em Hebreus 11. 39.

A Fé Ri Das Impossibilidades



A fé é a certeza de que vamos receber 
as coisas que esperamos 
e a prova de que existem coisas 
que não podemos ver.
(Hebreus 11. 1)
"A fé ri das impossibilidades!"
 Somos limitados sim. Como ser humano podemos ir até certo ponto dentro de nossas possibilidades...mas.. precisamos contar também com o que está além. A força que criou tudo o que existe! Quando  não existe mais nada pra fazer no campo material, a fé é nossa parte no trabalho Divino. A confiança total é a porta que abrimos pra que o criador possa agir através de nós operando verdadeiros milagres. Quantas vezes já tive prova disso..quantas vezes..

terça-feira, 20 de março de 2012

O Ser Humano e as Emoções – Parte 3



Recordo-me de uma pergunta que um aluno me fez certa vez. Ele perguntou: “Porque surgem as neuroses?”
Mesmo estando dentro de uma igreja, sendo membro fiel, participando semanalmente dos cultos, ainda há a possibilidade desse membro se tornar um neurótico. Afinal de contas, quem de nós não é?
Isso acontece porque no fundo de nós mesmos, nos sentimos só, isolados, inseguros, e constantemente amedrontados com a possibilidade de perder aquilo que é o objeto de nosso amor. É quando se instala a ansiedade.
As neuroses são quadros patológicos de origem psíquica. Estão muitas vezes ligadas a situações do dia-a-dia do indivíduo, situações externas que podem provocar transtornos na área mental, física e até mesmo da personalidade.
Na visão da psicanálise, as neuroses são fruto de tentativas ineficazes de lidar com conflitos e traumas inconscientes.
A diferença de uma reação normal para uma reação neurótica é a intensidade do comportamento e a incapacidade do indivíduo de resolver seus conflitos, sejam eles internos ou externos, de uma maneira satisfatória.
Um exemplo que eu me lembro ter dado foi o seguinte: “Uma jovem que dentro de sua casa tem problemas relacionais com seu pai, ela o odeia por ele não deixar que ela saia com um amigo de escola, e esse sentimento faz com que muitas vezes ela deseje que seu pai morra. Por outro lado ele é seu pai, e ela o ama, pois é por ele que ela existe e todas as coisas que ela possui vieram por intermédio dele”. Uma relação de amor e ódio. De prazer e dor. O mesmo objeto que lhe dá prazer a faz sofrer.
A sensação de abandono e incompreensão é grande para essas pessoas que não conseguem encontrar dentro da normalidade uma maneira de resolver os seus conflitos: “A despeito de tudo e abandonado por Deus quando estou doente, uma das piores coisas que somos obrigados a enfrentar nessa doença é o isolamento e o desespero. É como se ninguém nos compreendesse”.
Dentro da experiência com o cristianismo, se descobre que viver unido com Jesus é o oposto de se sentir isolado. E nessa experiência, aquele sentimento que a neurose trás, de que todas as boas relações foram rompidas e a ansiedade de separação e de perda dos objetos nos invade, o relacionamento com Cristo nos ajuda a entender que Ele está ao nosso lado para nos ajudar a escapar de um mundo escuro e vazio. “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6. 37).
Esse mundo escuro e vazio é um mundo constituído da persistência das experiências de medo da infância, numa parte inconsciente de nossa mente. E esses medos e sentimentos quando trazidos ao consciente, ajudará nas transformações que serão capazes de libertar nossa capacidade de se relacionar com pessoas de uma forma mais favorável. “Torno a trazer isso à mente, portanto tenho esperança” (Lamentações de Jeremias 3. 21).
 Essa libertação que sai do inconsciente e vem para o consciente, ajudará também no relacionamento com Deus, pois serão relacionamentos baseados no amor e na confiança: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8. 32).
O cristianismo é uma relação que dá segurança. Pois existe uma pessoa infinita, eterna, imutável, cujo amor, portanto não está sujeito às mudanças e fracassos que afligem o amor humano. Bem diferente da neurose que é a vida baseada no medo.
Todo medo e mesmo os sintomas neuróticos que temos consciências deles, se manifestam a partir dos medos profundos que estão em nosso inconsciente.
O Cristianismo é o oposto da neurose.

Leia também:
O Ser Humano e as Emoções
O Ser Humano e as Emoções - Parte 2

quinta-feira, 15 de março de 2012

Mensagem: A Maria do Farol


Havia uma mulher, seu nome, Maria. A vida nem sempre lhe ofereceu boas oportunidades. Muitas vezes correu perigo para que pudesse sobreviver numa sociedade cruel; Que discriminava e acusava sem piedade a conduta de alguém, sem procurar entender as circunstancias que a levaram a cometer tal atitude. Sem se importar de fato com a desgraça de quem vivia as suas margens.

Mensagem baseada em:
Lucas 8. 1,2.

A Questão do Vício

“Algumas pessoas têm dificuldades em relacionar-se com outras pessoas. Quando seus relacionamentos são ameaçados ou perdidos, elas os substituem por objetos. Está, é a definição de vício.
Apegar-se a um objeto para compensar a nossa necessidade de amor insatisfeita pode funcionar, mas temporariamente. A euforia que extraímos da posse de certos objetos pode nos fazer esquecer que na verdade precisamos de algo mais profundo. No entanto, como o objeto é apenas um substituto do amor que trocamos nos relacionamentos, essa satisfação nunca é duradoura. Precisamos retornar repetidas vezes ao objeto para afastar os sentimentos de vazio e insatisfação” - Mark W. Baker.
 “Onde estiver o vosso tesouro,
aí estará também o vosso coração”
(Lucas 12. 34)

sábado, 10 de março de 2012

Saindo do Inferno


Observei a foto. Os olhos eram a parte mais desagradável. Vidrados e perdidos, fitando a câmara sem firmeza. Era a foto de alguém no fundo do poço.
Não tem nada que alguém possa fazer sobre o passado. A não ser deixá-lo onde está.
Às vezes não podemos fazer nada para mudar os erros que cometemos no passado. Às vezes a força do perdão nos ajuda a aliviar a dor. Mas isso só acontece quando o perdão é mais do que um esticar de mão. Quando ele sai da revelação de um coração que se faz cúmplice no olhar.
“No passado, todas as coisas valiam muito para mim, mas agora por causa de Cristo, considero que não tem valor algum” (Filipenses 3. 7).
A verdade é que todo mundo quer tirar vantagem de alguma forma. E nesse tirar vantagem muitas regras são quebradas, muitas leis são desrespeitadas, muitas almas são massacradas. Pois no desejo bestial de se ganhar o mundo, o indivíduo acaba perdendo sua alma: “Pois, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se, ou prejudicar-se a si mesmo?” (Lucas 9. 25).
Como o apóstolo Paulo, o indivíduo que deseja sair desse mundo infernal que é a culpa e o sentimento de culpa por aquilo que ele realizou, precisa reconhecer que há alguém interessado em aceita-lo ao seu lado, quando chegar a hora da ressurreição que acontecerá num futuro não muito distante. O apóstolo Paulo disse: “Tudo o que quero é conhecer a Cristo e sentir em mim o poder da sua ressurreição” (Filipenses 3. 10).
Enquanto caminha nessa jornada em direção a esse dia, o apóstolo procura esvaziar sua mente daquilo que o atormenta, daquele sentimento culposo que é capaz de aprisionar qualquer pessoa dentro de uma foto que eternizará a expressão da culpa sem perspectiva de esperança.
“Porém uma coisa eu faço: esqueço aquilo que fica para trás e avanço para o que está na minha frente” (Filipenses 3. 13).
Esse avanço para frente significa ir de encontro “a nova vida para a qual Deus me Chamou por meio de Cristo Jesus” (Filipenses 3. 14).
A nova vida nos ensina a viver um dia de cada vez. Sem ansiedade, sem pretensão de levar vantagem em tudo. Sem querer ser em tudo o primeiro.
A nova vida nos ensina que o passado serve apenas como um referencial de experiência para nos mostrar que muitas vezes nossos desejos estão plantados em nosso coração. Mas nos lembra também “que enganoso é o coração”.
É no momento em que esses desejos vão ganhando grandeza é que começamos a atropelar e inverter os valores daquilo que realmente importa.
Passei a foto de volta, e ele a guardou no bolso.

A Fé - Sérgio Lopes


quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia Internacional da Mulher

A todas as leitoras de meu blog e a minha amada esposa:
Parabéns pelo seu dia!
Que o Senhor lhes abençoe.

Mulher Cristã


 “Como é difícil encontrar uma boa esposa!
Ela vale mais que pedras preciosas”
(Provérbios 31. 1)

Mulher virtuosa, quem a achará?
Ei-la aqui, ali e acolá...
Elegante executiva ou doméstica modesta
A mulher cristã é arquiteta do lar.

Edifica com sabedoria a sua casa,
Inestimável é o seu valor
Dos serviçais, do marido e dos filhos
É alvo do respeito e do amor.

Com prudência olha pelo governo do seu lar,
Nada lhe escapa aos cuidados ou sentidos
É sempre bem disposta, não se obriga ao ócio
Não se dá à inércia nem cultiva a preguiça.

Mulher virtuosa é a mulher cristã
Que sabe desde cedo a arte de viver – Cristo
É habilidosa, prudente e corajosa
Tem tudo preparado, não há o que temer.

Com tal sabedoria abre a boca
Que dela derrama o amor de Deus
Ensinando a beneficência praticada,
Vivida, principalmente, entre os seus.

A mulher virtuosa está sempre bem trajada,
Purpúrea é sua roupa.
Apresenta-se à hora certa a rigor, meigo sorriso!...
Pelo trato e deferência da esposa,
Entre os nobres da Corte, se conhece o seu marido.

A mulher virtuosa não busca, no entanto,
Lauréis, glória e honra aqui na terra
Porque sabe com lídima certeza:
Das suas mãos o fruto é coroa eterna.

Mulher virtuosa, quem a encontrar,
Bom prêmio do Senhor alcançou,
A graça, a vaidade e a formosura passam,
Permanece, porém, o temor do Senhor.

Leontina Rocha
A formosura é uma ilusão, e a beleza acaba,
Mas a mulher que teme ao Senhor Deus
Será elogiada”
(Provérbio 31. 30)



Jovem Senhora


Já fui tão jovem quanto você e como foi maravilhoso o meu investimento. Apliquei tudo na seara do Senhor e é uma alegria que posso afirmar que ajuntei o meu tesouro no céu, onde nem traça e nem a ferrugem o consomem e nem os ladrões roubam porque também onde estiver o meu tesouro, estará o meu galardão.
Ser uma mulher cristã, serva do Senhor, escolhida por Ele, é maravilhoso. Você já pensou nisso?
Pare e pense na maravilha que é ser participante do reino de Deus. Vale a pena viver para servir o nosso Deus que deu o seu Filho Unigênito, o Senhor Jesus, para nos salvar. Para você ofereço estes versos com muito amor.

Não desperdice o teu tempo, jovem senhora,
Enquanto és forte bela e cheia de vigor.
Não sufoque o teu dom e a vida cheia de saúde,
Deixando de fazer a obra do Senhor.

              Não te desculpe porque teus filhos são pequenos,
Eles são as jóias que Deus te adornou.
Não fale a ninguém que seu marido é exigente,
Procure junto a ele, fazer a obra do Senhor.

            Dedique tudo o que tens,
            Faça o trabalho do Senhor com muito amor,
            Não coloque empecilhos em tudo que possas fazer,
            Trabalhe com alegria na seara do Senhor.

                        E quando os teus cabelos já estiverem brancos,
                        Corpo cansado, cheio de dor,
                        De joelhos dirá ao nosso Mestre Amado,
                        Eis-me aqui Senhor. Cumpri minha missão!

Issebe Antonia Polachini de Souza

segunda-feira, 5 de março de 2012

Mensagem - Charco


Mensagem baseada em Marcos 5. 6.

Para Refletir


Estava um dia ensolarado. Um típico dia de verão. Fazia muito calor. Observei um de meus filhos, o primogênito caminhar para a cozinha. Ele abriu o congelador, puxou a bandeja de gelo e depois tirou alguns cubos. Jogou-os dentro de um copo, encheu-o com suco de uva e tomou um gole longo e delicioso. Voltou para a sala e sentou-se no braço do sofá, observando seu irmão assistir a televisão.
Com o calor intenso na época de verão, as pessoas tendem a suar mais do que em outras estações. Nesse período, o risco de desidratação aumenta, já que as perdas são mais intensas. É fundamental que líquidos sejam ingeridos com maior regularidade. Foi o que meu filho fez, ingeriu liquido para não ficar desidratado. Ele estava mostrando preocupação pelo seu corpo. Uma visão positiva de si mesmo. ”Pois tu formaste os meus rins; entreteceste-me no ventre de minha mãe. (Salmos 139:13).
Infelizmente muitas pessoas não têm essa mesma forma de pensar sobre si mesmas. São inseguras, imaturas, e vivem baseando sua vida naquilo que os outros pensam acerca delas.
Mas o que precisamos aprender é:
A visão que eu tenho de mim mesmo, pode não ser a que os outros têm de mim e, a visão que os outros têm de mim, pode não ser o que eu verdadeiramente sou.
Meu amigo, eu quero lhe dizer o seguinte: Entre o que eu me vejo, e o que sou, e o que os outros pensam, pode não significar tanto quanto aquilo que Deus vê em mim. Pois foi Ele quem nos criou. Formando cada parte de nosso corpo e fazendo que sejamos o que somos fisicamente hoje.
O salmista reconheceu isso, ao ponto de dizer: “Senhor, tu me sondas, e me conheces. Tu conheces o meu sentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Esquadrinhas o meu andar, e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos. Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó Senhor, tudo conheces. Tu me cercaste em volta, e puseste sobre mim a tua mão. Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim; elevado é, não o posso atingir” (Salmos 139:1-6).
Portanto, tanto quanto a preocupação que Ele tem por nosso corpo, Ele tem também por nossa alma, nossa saúde, nossa inteligência, nossas atitudes.
Ele se preocupa com tudo o que nos fazemos.