Páginas

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

O Verbo de Deus

Ao lermos o Evangelho de João descobrimos que ele é diferente dos demais Evangelhos. Pois aqui Jesus é apresentado como a Palavra de Deus: “No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus” (João 1. 1 – NVI).


João apresenta Jesus como o verbo divino, alguém que existiu desde a eternidade com Deus: “Ele estava com Deus no princípio” (João 1. 2 – NVI). Alguém que se fez ser humano: “Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós” (João 1. 14). E ao fazer isso Jesus está nos mostrando o amor e a verdade de Deus: “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16).

João escreveu o seu Evangelho tendo em mente um propósito, fazer com que seus leitores creiam que Jesus é o Messias, o Filho de Deus, e que, por meio da fé, tenham vida: “Mas estes foram escritos para que vocês creiam que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus e, crendo, tenham vida em seu nome” (João 20. 31).

Estamos chegando ao dia de Natal. Dia de alegria. Dia de celebrar o Dia do Rei. Jesus nasceu!


É Natal, vamos adorar.