Páginas

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Quando O Mundo Nos Magoa

Um dos problemas do mundo é que não há muitas pessoas em quem possamos confiar.

E o pior nesta questão é que são justamente as pessoas a quem amamos e aquelas em quem confiamos que nos magoam. Pois nenhum desconhecido consegue nos magoar tanto com palavras quanto uma pessoa a quem amamos ou aquela que consideramos como amiga.

Por exemplo, uma moça que se apaixonou por um rapaz a ponto de se entregar de corpo e alma a ele, pois ele jurou amor eterno a ela. E depois ele a decepciona amargamente. Pois ao descobrir que ela estava grávida se mandou.

Ou ainda aqueles jovens que tem em casa um pai bêbado inveterado. Ou sua mãe que sempre está as voltas com tantos homens, que nem sabe ao certo quem é o seu verdadeiro pai.

Pode ser também que você seja desses que frequentou uma igreja onde seus pais ocupavam cargos importantes, mas, quando chegam em casa, você os vê deixar cair a mascara de religiosidade, expondo sua hipocrisia.

Tudo isso são decepções a que estamos sujeitos. Há muitos tipos de decepções, elas não são iguais, mas o resultado é igualmente horrível: magoa.

E a extensão da mágoa está relacionada com o grau de afeição que temos para com a pessoa que nos magoa. Quanto mais confiamos em uma pessoa, ou quanto mais a admiramos, mais profunda e dolorosa é a mágoa que sentimos.

Nessa escala relacional, as mulheres sabem melhor que ninguém o que estou escrevendo. Pois elas sentem muito mais essas coisas. Elas são mais sensíveis. Mas os homens não se acham isentos desse sentimento.


Então o que devemos fazer quando o mundo nos magoar?

Primeiro quero mostrar o que não devemos fazer. Isto é, não fazer o que todos fazem, que é: abrigar amargura contra o outro e pensar em nunca perdoar aquele a quem você considera odiento.

Pois é justamente aí o momento em que a amargura brota em nós. Quando nos recusamos a perdoar! É da mágoa que resulta uma decepção profunda, e essa por sua vez leva ao ressentimento e ao ódio.

Lidar com isso é fácil? Certamente que não. Deus está alheio a isso? Também não. Pois Ele sabe o que é sofrer.

Há dois mil anos, Ele poderia ter destruído os homens pelo mal que Lhe fizeram.

Lá estava Ele na cruz, e ao seu redor estavam pessoas grosseiras, malignas, vis, que zombavam, amaldiçoavam e escarneciam Dele. O Príncipe da vida pendia entre o céu e a terra. Ele estava nu diante da multidão. Estava ensanguentado e agonizante, prezo ao madeiro com cravos.

E aquela dor era apenas uma pequena parcela da sua agonia. Pois seu sofrimento maior era ver um mundo que dera as costas para o seu Criador. O sofrimento de ter vindo para os seus e esses não o ter recebido.

Ele poderia ter destruído toda aquela gente, mas não, Ele simplesmente falou:
“- Pai, perdoa-lhes. Eles não sabem o que fazem” (Lucas 23, 34).

Jesus é o exemplo a quem devemos seguir. Portanto, quando o mundo lhe magoar, faça como Jesus. Diga o que Ele disse.

Nada do que nos acontecer será pior do que aconteceu a Ele, por isso podemos nos sentir fortes para enfrentar e passarmos por meio à nossa dor.

Faça isso, quando o mundo lhe magoar, perdoe! Esse é o único caminho para você ficar livre da mágoa.
  

Leia também: