Páginas

quarta-feira, 6 de abril de 2016

O Evangelho É O Maior Poder de Cura




De todos os livros que possam existir, o Evangelho é o que tem maior poder de cura. Em um mundo cheio de sofrimento, o Evangelho torna esse sofrimento suportável. Simplesmente pelo fato de nos ensinar a verdade: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (João 8.32).

Embora muitos estejam surdos, como na música de Roberto Carlos: “Muita gente não ouviu porque não quis ouvir, Eles estão surdos!”, as palavras de Jesus contidas nas Escrituras, nos revelam o perdão que foi concedido ao ser humano. Mas como a diz a canção: “Tanta gente se esqueceu que o amor só traz o bem. Que a covardia é surda e só ouve o que convém”.

Deus revelou o seu perdão ao ser humano! Muitos talvez não tenham ainda dado ouvido, ou compreendido, o significado disso. Mas da mesma forma que podemos ser amados sem ter conhecimento disso, também somos perdoados sem que o saibamos.


Talvez por questão como essa o mundo vive essa miséria geral. Pois o homem não morre quando deixa de viver e sim quando deixa de amar. E quando nos deparamos com o Evangelho, descobrimos que para sermos felizes, precisamos saber encontrar a alegria na alegria dos outros.

O Evangelho nos aponta o Caminho. Quando alguém encontra esse caminho, precisa ter coragem suficiente para dar passos errados, saber que os deu, e procurar corrigi-lo. Precisa entender que as decepções, as derrotas, o desânimo são muitas vezes ferramentas que Deus utiliza para nos mostrar a Estrada.

Por essa razão afirmo que o Evangelho é o maior poder de cura: "Não importam os motivos da guerra, a paz ainda é mais importante que eles."