Páginas

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Seres Dirigidos Pela Culpa

Logo no início da Bíblia, há um relato surpreendente. O primeiro homem a nascer neste mundo mata o segundo, e esse era o seu próprio irmão.

Esse pecado de Caim fez com que ele caísse da presença de Deus. E Deus lhe disse: “Você será um fugitivo errante pelo mundo” (Genesis 4. 12).

Essa cena, infelizmente, descreve a direção de muitas vidas. Vidas que perambulam pelo mundo, sem direção. Essas pessoas passam sua vida inteira fugindo do remorso, e procurando ocultar a sua culpa.

Vidas que são manipuladas por suas lembranças, a culpa as dirige, permitem que seu passado controle o seu futuro. Vidas que frequentemente culpam a si mesmos.


Todos nós somos produto do nosso passado, mas não temos que permanecer prisioneiros dele.

Pensando em Caim, percebo como é triste que no rebanho de Deus, as maiores feridas venham das outras ovelhas, e não de lobos. Como diz Rick Warren: “Você jamais chegará à maturidade espiritual apenas comparecendo aos cultos como um espectador passivo”.

Mas da mesma forma que Deus protegeu Caim, a graça de Deus é inexplicável, colocando uma marca em sua testa para que ninguém o matasse (Genesis 4. 15), Ele pode fazer o mesmo por você. A especialidade de Deus é dar às pessoas um novo começo. É por isso que o salmista diz: “Como é feliz o homem que tem suas desobediências perdoadas e seus pecados cobertos” (Salmos 32. 1).


Leia também: