Páginas

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Saber Amar

Existe outra razão para amar senão amar?

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira...” (João 3.16). E por essa razão: “Nós O amamos a Ele porque Ele nos amou primeiro” (1 João 4.19).

Amar como ama o Amor não é preciso razão para amar senão amar.

Assim como diz o poema:

Amo como ama o amor.
Não conheço outra razão para amar senão amar.
Que queres que te diga, além de que te amo,
Se o que quero dizer-te é que te amo?
– Fernando Pessoa.

Melhor do que presentes matérias, mesmo que aprendamos a não ser consumistas, são os presentes doados pelo ser.

Pois esses são presentes que contam uma história, uma história de vida, dos momentos tristes, dos mais felizes, que falam das dificuldades, mas também dos sonhos e esperanças.


Quando se ama apenas por amar, assim como ama o Amor, não há traça, não há ferrugem, pois:

O verdadeiro amor nunca se desgasta.
Quanto mais se dá mais se tem.
- Saint Exupèry.

O amor é livre, e por livre ser, deixa livre ser com a convicção de que:

Todas as formas de se controlar alguém
Só trazem um amor vazio
Saber amar
É saber deixar alguém te amar
- Herbert Vianna. 

Portanto: “Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor” (1 João 4.7,8).