Páginas

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Operando Em Nós O Amor de Deus

Alguém uma vez me perguntou qual é o sentido do texto de 1 Coríntios 13 dizer que a coisa mais importante é o amor. Lá está escrito: “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; mas o maior destes é o amor” (1 Coríntios 13. 13).

A Bíblia nos diz que: “Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor” (1 João 4. 8).

Portanto, se somos filhos de Deus já somos um com Cristo. E se confiamos nesse fato e meditamos na Palavra de Deus, devemos colocar o nosso sentimento bem fundo no coração de Jesus. Assim aprenderemos a usar adequadamente a nossa fé. Pois não precisamos ser novamente unidos.

Entenderemos que o amor que Paulo fala em 1 Coríntios é um  amor demonstrado para com os outros.


Se estamos alicerçados e arraigados em Cristo e a cada momento esperamos ser cheios pelo Espírito Santo, ele nos encherá com o amor de Deus.

E como podemos saber que estamos cheios do Espírito Santo?

Jesus disse que: “Pelos seus frutos os conhecereis” (Mateus 7. 16). Se estamos cheios do espírito Santo nós amamos, pois o Espírito Santo é Deus, e Deus é amor. E esse amor que está em nós será percebido em nossas atitudes para com os outros.

 Esse é o sentido de 1 Coríntios 13. Esse é o sentido do amor ser a coisa mais importante da vida, pois: “O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará” (1 Coríntios 13. 8). 

Quando começarmos a perceber o caráter do amor de Deus e a grandeza de Seu poder agindo em nossos corações, estaremos começando a resolver a maior parte de nossos problemas. Mas para isso precisamos meditar em Sua Palavra, para que a Sua obra em nossos corações possa ser uma realidade.