Páginas

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Arraigados No Amor

Quero considerar uma coisa com vocês.

Quando Deus derramou o Seu amor no coração do ser humano, antes o derramou no coração de Jesus.

Portanto, devemos considerar que todo aquele que está unido com Cristo, Deus deseja que pela fé, se aproprie de tudo o que necessita.

Não estou falando de coisas materiais não. Estou falando de coisas que são eternas. Pois esse amor que está Nele vai operar em nós e, então, através de nós vai transbordar sobre aqueles que estão próximos de nós. Jesus disse: “Aquele que crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.” (João 7. 38).

O sentido de: “Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira” (João 15:4) é que precisamos está arraigado no amor. Não só arraigados como também alicerçados: “Assim como o Pai me amou, Eu da mesma forma vos amei. Permanecei no meu amor” (João 15. 9).


Esse amor une o homem a Cristo, fazendo com que nos tornemos um com Ele: “para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste” (João 17. 21).

Quando olhamos para uma árvore plantada no solo, observamos que suas raízes se espalham por todo o solo. Isso a ajuda a ficar solidamente arraigada e alicerçada. É esta a figura que Deus quer que sejamos. Pois quando uma arvore está firmemente arraigada, podem soprar os ventos que ela ainda continuará de pé. 

Deus deseja que estejamos arraigados em Cristo pela fé, alicerçados Nele em amor, para que o amor que Deus derramou no coração de Jesus flua em nossa vida: “Eu sou a videira, vós, as varas; quem está em mim, e eu nele, este dá muito fruto” (João 15. 5a).