Páginas

terça-feira, 16 de junho de 2015

Meus Espinhos São Partes do Caminho

Quanta infelicidade vejo no rosto de muitos cristãos. Isso não deveria acontecer. Mas acontece! E muitas vezes devido a grande aspiração e desejo sôfrego de possuir bens materiais.

Esse desejo nasce e vai crescendo dissimuladamente nos corações motivados pela Teologia da Prosperidade, que não aceita que na vida do cristão possa existir espinhos.

E como os crentes tem substituído a glória do céu pela do mundo, essa teologia torna invisível a ambição desmedida pela riqueza.
Sinto saudades de canções como a do Grupo Logos que dizia:

Senhor Jesus eu não entendo o espinho,
Mas se a cruz é o Fim deste caminho,
Dá-me mais graça,
Não sou maior que meu Senhor
Apenas servo sou,
Apenas servo e nada mais.

Se as pontas aguçadas da coroa
Te feriram ó cabeça
Eu que sou corpo
Parte do teu corpo,
Não devo reclamar.

Dá-me mais graça Senhor!
Dá-me mais graça! 

O apostolo Paulo certa vez pediu para que o Senhor lhe tirasse um espinho que lhe foi posto na carne. Diz ele que era um mensageiro de Satanás que tinha por finalidade lhe esbofetear, a fim de não deixar o apostolo se exaltar (2 Coríntios 12. 7).

Porém a resposta do Senhor foi outra. Diz o apostolo: “E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo” (2 Coríntios 12. 9).

Imagino a letra da música do Grupo Logos como uma oração de Paulo ao Senhor:

Senhor Jesus
Ainda não entendo o espinho,
Mas, se o mesmo,
Faz parte da tua cruz,
Eu o aceito, não sou maior
Que meu senhor
Apenas servo sou,
Apenas servo e nada mais.

Senhor se estou por ti sendo provado,
Eu quero aprovado ser
Agora sei o que tens a dizer,
E creio nisto também
Basta-me a graça 

Se aqueles que lamentam seu fracasso por não prosperar, que murmuram pelas provações e espinhos descobrissem a graça de Deus, poderiam viver como o apostolo viveu. E certamente encontrariam a paz e seriam gratos por serem salvos por essa graça.


Leia também: