Páginas

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Charlie, A Brincadeira do Lápis

Uma brincadeira que surgiu na última semana de maio de 2015 no Twitter e logo se espalhou pelo mundo. Milhões de usuários começaram a publicar vídeos mostrando que parece ser fácil invocar o “demônio mexicano Charlie”.

O jogo consiste em escrever em uma folha de papel as palavras “sim” e “não” e sobre ela colocar dois lápis em forma de uma cruz. Os participantes precisam dizer em voz alta e em inglês a frase “Charlie, Charlie! Você está aqui?” para que o demônio Charlie se menifeste, movendo um dos lápis para lado do “sim” ou do “não” na folha!

A ideia é a de que, após invocado, Charlie responda às perguntas dos participantes da sessão!

Existem vários vídeos mostrando pessoas se assustando quando um lápis possuído pelo espírito se move sozinho! Esses vídeos já alcançaram milhões de visualizações.


Mas qual é a verdade disso?

Há muitas pessoas que acreditam se tratar de um fenômeno paranormal, um padre nos Estados Unidos chamou esse jogo de “atividade demoníaca” e proibiu seus fiéis de “chamarem” o demônio Charlie. Outros pensam se tratar de apenas uma brincadeira usando a gravidade para assustar o povo.

Um site na Internet, o E-FARSA.com é um desses que tenta provar através de videis feitos, que basta apenas um assopro no lápis ou uma pequena vibração na mesa para que o lápis se mova. A alegação é que como a base de contato entre os lápis é pequena e o atrito entre as peças é mínimo, possibilita esse movimento. No Facebook, Riomar Bruno, que é o moderador do grupo, fez um vídeo mostrando como é fácil de se forjar um possível contato com os espíritos malignos.

Você poderá ler e assistir aos vídeos no endereço a seguir: http://www.e-farsas.com/charlie-charlie-challenger-o-jogo-do-lapis- possuido.html .

É obvio que a alegação é possível. E muitas pessoas só ficarão com essa afirmativa.

Mas, apesar de tudo isso, será que há alguma verdade nessa invocação desse demônio mexicano?

Na carta do Padre americano do qual eu mencionei acima, existem algumas informações que ele passa e que eu transcrevo a seguir. Ele diz:

Não existe uma forma inocente de brincar com demônios. Brincar com demônios é perigoso e sempre trará consequências.

Milhões de pessoas já visualizaram os vídeos pelas redes socais e muitos desses estão utilizando gotas de sangue e cabelo. Isso pode marcar você a este demônio ou a esta entidade.

A partir do momento que você tenta se comunicar com um demônio isso pode ficar marcado em você. A partir do momento em que você vai atrás do sobrenatural as coisas podem ficar bem perigosas.

O problema em si não é a brincadeira, e sim você abrir em si uma porta para uma entidade demoníaca. Abrindo uma possibilidade de coisas que podem acontecer com você. Desde uma possessão até mesmo ser perseguido por esse demônio.

É uma brincadeira rudimentar da brincadeira Ouija, e não deve ser buscado, a menos que você queira realmente o mal.

O padre cita o texto de 1 Timóteo 4. 1, que diz: “O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios” E ele ainda diz:

Aquele que brinca com o mal, se tornará brinquedo do mal. As pessoas que brincam são pessoas que creem ou que tentam desafiar uma crença.

Nunca desafie o sobrenatural ou brinque com ele.

Vídeo mostrando como é a brincadeira.


Leia também: