Páginas

terça-feira, 21 de abril de 2015

Retrospectiva do Blog – Parte 2


Como eu disse antes. Nunca em minha vida senti tanto desejo de escrever como aconteceu em 2011. Eu queria escrever várias coisas, bastava sentar frente ao micro e logo vinha uma ideia. Eu queria que outras pessoas soubessem sobre aquilo. O blog foi como um ministério da Palavra. E meu filho sempre me ajudava em como melhorar o blog. Ele descobria alguma coisa e me ensinava como fazer, sou muito grato a ele por esse tempo.

Que alegria eu sentia quando observava que minhas postagens estavam sendo lidas pelas pessoas. No início demorou um tempo até eu ver o número de visitantes aumentarem. Isso me deixava muito triste, pois parecia que não estava tendo êxito. Mas mesmo assim dentro de mim ardia aquele desejo de escrever, e eu escrevia. Tinha vez que eu escrevia até cinco mensagens por dia. E eu não queria parar, minha esposa não entendia, olhava, algumas vezes não dizia nada, em outras me questionava porque eu estava fazendo aquilo. Mas muitas vezes nem eu mesmo sabia.

Vídeo realizado no primeiro ano do Blog.

Falei com Deus que me ajudasse a escrever coisas que as pessoas fossem abençoadas. E como eu poderia saber isso?

Foi quando mais uma vez meu filho falou sobre o Facebook, no início eu pensei que fosse algo como o Orkut, então não quis. Mas ele começou a me mostrar as possibilidades que eu tinha com o face. Mais uma vez ele sentou-se comigo e me ajudou na construção de minha página ali. O mesmo aconteceu em relação ao Twitter e ao Google +, tudo com instrução e ajuda do meu filho.

Hoje temos a possibilidades de atingir várias pessoas com essas postagens. E como eu disse anteriormente, eu ficava triste quando não via um registro do número de visualizações. Até que através das redes sociais as pessoas começaram a se corresponder informando aquilo que tinha acontecido com elas. Isso para mim foi um motivo de muita alegria e agradecimento.

Vídeo realizado no primeiro ano do Blog.