Páginas

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

A Armadura Para O Dia Mal – Parte 2

Quando eu falo de dias maus, não estou me referindo a uma época no tempo, com data e hora para acontecer, e que atingirá todas as pessoas simultaneamente. Embora um período assim esteja para vir sobre a terra, Jesus diz que: “Entretanto, a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão exclusivamente o Pai” (Mateus 24. 36).

O dia mau ao qual me refiro é aquele mencionado em Efésios 6. 13: “Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes”.

O apóstolo Paulo faz referência a ocasiões em que Satanás faz um ataque intenso sobre aqueles que são filhos de Deus. São ocasiões em que o maligno e sua hoste atacam cruelmente, com astúcia e sutileza para derrubar e destruir os cristãos. A finalidade de satanás nesses dias é fazer o cristão pecar e se afastar de Deus. São ataques tão intensos que Paulo fala que é necessário que o cristão deva tomar a armadura de Deus e ficar preparado.


Diferente de muitas igrejas que ensinam que o cristão não passa por dificuldades, por ser filhos do Rei, Paulo fala que o dia mau haverá de chegar e o cristão deve resistir, vencer e permanecer inabalável.

O sábio diz que há tempo para tudo: “Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar” (Eclesiastes 3:4). E o apóstolo Paulo diz que há ocasiões que Satanás ataca com tal veemência, de forma tão arrebatadora e impetuosa, que ele usa todos os recursos para derrotar o cristão.

São dias em que simplesmente dizer: “Eu decreto que...” ou “Tá amarrado!” não é o bastante. Paulo diz que devemos aproveitar ao máximo cada oportunidade “porque os dias são maus” (Efésios 5. 16). Todos os dias são maus, mas há dias piores que outros. E são esses dias que Paulo se refere como “dias maus”.

Tomemos como exemplo Jesus, durante todo seu ministério, Ele foi tentando continuamente, mas foi a tentação no deserto da Judéia por quarenta dias uma das ocasiões em que Ele sofreu mais intensamente. Pois ali foi o momento em que o tentador reuniu toda sua astúcia e sagacidade para fazer com que Jesus se desviasse da cruz. Foi o dia mau para Jesus. Mas Ele resistiu, venceu e permaneceu inabalável. 

Satanás se afastou esperando uma nova oportunidade de ataque. O Evangelho de Lucas diz que o diabo se retirou: “até momento oportuno” (Lucas 4. 13).


Leia também:
A Armadura Para O Dia Mal – Parte 1.
A Armadura Para O Dia Mal – Parte 3.
A Armadura Para O Dia Mal – Parte 4.