Páginas

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Já é Tempo de Construir? - Continuação

    Às vezes passamos por necessidades, mesmos que adquirimos coisas, juntemos, compremos, parece que ainda não é suficiente. O mesmo aconteceu com o povo de Israel: "Vocês esperavam muito, mas, para surpresa de vocês, acabou sendo pouco. E o que vocês trouxeram para casa eu dissipei com um sopro. E por que fiz isso?", pergunta o Senhor dos Exércitos. "Por causa do meu templo, que ainda está destruído, enquanto cada um de vocês se ocupa com a sua própria casa” (Ageu 1:9).

Hoje Deus não está à espera que reconstruamos um templo físico para Ele, hoje o seu povo é a sua habitação (João 14:23; Atos 17:24; 1 Pedro 2:5; 1 Coríntios 3:16-17). E este povo precisa ter algumas atitudes em relação a Deus, de adoração e santidade.

É preciso também coragem para fazer com que o Templo seja reconstruído. Muitas coisas tiram o foco, a atenção. E para que possamos permanecer na reconstrução do Templo é preciso negação (Marcos 8. 34, 35), é preciso mudança de mente (Romanos 12. 2), é preciso mudança de vida (Romanos 6. 1-4).
 Para os Israelitas Deus falou: “"Coragem, Zorobabel", declara o Senhor. "Coragem, sumo sacerdote Josué, filho de Jeozadaque. Coragem! Ao trabalho, ó povo da terra!", declara o Senhor. "Porque eu estou com vocês", declara o Senhor dos Exércitos. Esta é a aliança que fiz com vocês quando vocês saíram do Egito: "Meu espírito está entre vocês. Não tenham medo" (Ageu 2:4-5).

Jesus certa vez desafiou um jovem rico a se desligar de seus bens, de tudo que ele havia construído para segui-Lo (Marcos 10. 21, 22).
“... não se preocupem, nem tenham medo” (João 14. 27).

Para a reconstrução do Templo era preciso ainda, ao povo de Israel, arrependimento dos seus pecados para Deus os abençoar: “Então disse Ageu: "É o que acontece com este povo e com esta nação", declara o Senhor. "Tudo o que fazem e tudo o que me oferecem é impuro"” (Ageu 2:14). Não podemos ficar iludidos e ter um cuidado exagerado com as coisas desta vida (Marcos 4:7,18-19; Mateus 6:19-21). Ficamos cegos diante nossa vida e paramos na obra principal que nem nos damos conta. É preciso tomar cuidado para que as coisas desta vida não nos atrapalhem em nossa meta principal, que é edificar a Casa do Senhor.

Agora, assim diz o Senhor dos Exércitos: "Vejam aonde os seus caminhos os levaram” (Ageu 1:5).