Páginas

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Altar do Holocausto - Marcelo Crivella

Parece inacreditável que Deus tenha ordenado Abraão a oferecer seu filho no altar do holocausto. Que tipo de Deus faria isso? Que tipo de Deus poderia testar a fé de um homem lhe dando uma ordem tão severa como essa?
Aquele foi um teste bem rigoroso para a fé de Abraão. È possível que muitos de nós falhássemos nesse prova. Provavelmente pensaríamos que Deus estivesse sendo cruel e insensível. Ao contrário da maioria de nós, Abraão confiou em Deus. Abraão acreditou fielmente que, apesar de tudo, mesmo parecendo ir contra a promessa que Deus havia lhe feito, o Senhor lhe mostraria uma maneira de cumprir essa promessa. 

Altar do Holocausto

Marcelo Crivella

De madrugada Abraão se levantou
Três dias no deserto caminhou
Ninguém sabia o que ele ia fazer
E o quanto lhe custava obedecer

Guiado pela fé a voz de Deus
Sentiu tornar em cinzas os sonhos seus
Subiu o monte santo Moriá
E pôs o próprio filho no altar

E quando Abraão ergueu a mão
Tocou em Deus no céu o coração
E um anjo
Bradou em alta voz

Deus proverá, Deus proverá
Prá quem lutar, sacrificar
Deus proverá pra quem subir
O monte Moriá

Deus proverá, Deus proverá
Prá quem lutar e mesmo exausto
Entregar a própria vida

No altar do holocausto