Páginas

terça-feira, 15 de julho de 2014

Brasil Do Meu Amor

Ao termino do jogo contra a Alemanha, em que o Brasil perdeu por sete gols, contra um da Seleção Brasileira. A dor no coração do zagueiro David Luiz, era o reflexo de uma nação: “Eu só queria poder dar uma alegria ao meu povo. Para minha gente que sofre tanto com tantas coisas. Não conseguimos, infelizmente. Desculpa a todos, a todos os brasileiros", afirmou o jogador.
Conforme publicado em matéria, o jogador recebeu de sua namorada Sara, o apoio que muitos outros brasileiros gostariam de receber: “Em seguida, Sara ressaltou a fé do namorado e disse que ele é seu campeão: "O troféu dos troféus já é teu: Jesus! E por isso és mais do que vencedor! Obrigada pelo teu exemplo, obrigada por cada alegria, por cada gesto, por cada oportunidade! És o meu campeão!!! OBRIGADA”.
No vocábulo psicanalítico existe uma palavra que ajuda a descrever o método que visa eliminar as perturbações psíquicas, as excitações nervosas, as tensões, as angústias, através de uma explosão emocional. Este método se chama Catarse.
Para um país acostumado a levar golpes nas costas, como aquele cruel golpe do jogador colombiano contra Neymar. É preciso alivio real e imediato. Por isso um país como o nosso... País do futebol, País do carnaval... É preciso uma descarga emotiva para livrar as pessoas das lembranças amargas que vive o povo brasileiro... Dos sofrimentos mencionados pelo jogador David Luiz.
O choro veio, mas não de alegria.
De tristeza... Como a mostrar uma sombria realidade que mostra não ter esperança para um País campeão... Que mostra no impostômetro os números campeões dos seus trilhões.
Como disse Ruy Barbosa: “De tanto ver triunfar nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, e ter vergonha de ser honesto”.
A Bíblia tem razão: “... quando o ímpio domina, o povo geme." (Provérbios 29. 2).
Brasil, mostra sua cara... A cara de gente humilde e tão contente, de gente que canta trabalha e se agiganta. De gente de se ergue e não foge a luta.
Todo ser humano precisa de algo que lhe ajude a aliviar suas emoções. Que lhe ajude a manter o equilíbrio emocional. De acordo com Aristóteles, a palavra catarsis significa "limpeza da alma".
Numa última análise, a confissão de erros, que os católicos fazem ao padre, é uma aplicação prática do método catártico, se considerada no campo da Psicologia. Pois ao se confessar, o indivíduo passa a ter um alívio do sentimento de culpa.
Brasil, sua força não deve ser sua. Pois a Bíblia diz: “Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17. 5).
Pelas nossas forças, teremos como reflexo apenas uma Seleção perdedora. Que por mais que corra e se esforçe, não produz resultados.
 Pelos nossos esforços, veremos apenas as mãos jogadas no ar, acompanhadas de uma frase: “Já são sete, deixa... deixa...” como a de Filipão.
Precisamos confessar que erramos e precisamos nos arrepender. Jesus diz que: “... sem mim nada podeis fazer” (João 15. 5).
Portanto: “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto” (Isaias 55. 6).
Assim podemos sorrir. Pois nosso troféu será Jesus, o Rei dos Reis.
Com Ele seremos mais que vencedores.
Com Ele seremos campeões... E viveremos sempre dando graças ao meu Rei.
Em Jesus encontramos a nossa catarse: “Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mateus 11. 28).