Páginas

segunda-feira, 16 de junho de 2014

O Valor de Uma Ovelha

        Jesus tinha o costume de falar através de parábolas. Uma palavra grega: Παραβολή (parabolé), que tem como significado: uma narrativa curta que, mediante o emprego de linguagem figurada, transmite um conteúdo moral.
Eram muito comuns entre os hebreus e seu principal contador de parábolas foi Jesus Cristo: “Todas estas coisas falou Jesus às multidões por parábolas, e sem parábolas nada lhes falava” (Mateus 13. 24).
Por que Ele usava esse meio de se comunicar com o povo? “Porque elas olham e não enxergam; escutam e não ouvem, nem entendem” (Mateus 13. 13).
Nessas parábolas, muitas vezes, ovelhas servem como figura para o ser humano. Como no texto de Lucas 15:3-7: “Então ele lhes propôs esta parábola: Qual de vós é o homem que, possuindo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto, e não vai após a perdida até que a encontre? E achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo; e chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos e lhes diz: Alegrai-vos comigo, porque achei a minha ovelha que se havia perdido. Digo-vos que assim haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento”.
 
Aqui neste texto, as ovelhas são comparadas as pessoas que se perdem no caminho da vida. Que saem dos caminhos de Deus. Que por algum motivo deixam de estar no meio da congregação, no corpo de Cristo. Que deixam de obedecer aos mandamentos de Deus.
Na praticidade do dia a dia, no contexto religioso, o que pode levar a essa perda?
Lendo o profeta Jeremias, capitulo 5, verso 6, ele escreve: “O meu povo é como ovelhas perdidas por culpa dos pastores. Como ovelhas, caminham de montanha em montanha e esquecem a sua casa”.
Como quero falar diretamente a líderes neste texto, fica claro nesta passagem de Jeremias, que existem muitos pastores que são culpados de muitas ovelhas estarem perdidas. Mas Deus diz a eles: “Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o Senhor” (Jeremias 23. 1).
Esse tipo de líder é aquele que é amante de si mesmo, que se interessa mais pelo seu salário do que pelas vidas que são a ele confiada. São aqueles que barganham a fé do povo.
 
 
Ao profeta Ezequiel Deus enviou a seguinte mensagem: “Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor Deus: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas? Comeis a gordura, e vos vestis da lã; matais o cevado; mas não apascentais as ovelhas. As minhas ovelhas andaram desgarradas por todos os montes, e por todo alto outeiro; sim, as minhas ovelhas andaram espalhadas por toda a face da terra, sem haver quem as procurasse, ou as buscasse. Vivo eu, diz o Senhor Deus, que porquanto as minhas ovelhas foram entregues à rapina, e as minhas ovelhas vieram a servir de pasto a todas as feras do campo, por falta de pastor, e os meus pastores não procuraram as minhas ovelhas, pois se apascentaram a si mesmos, e não apascentaram as minhas ovelhas; 10 Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu estou contra os pastores; das suas mãos requererei as minhas ovelhas, e farei que eles deixem de apascentar as ovelhas, de sorte que não se apascentarão mais a si mesmos. Livrarei as minhas ovelhas da sua boca, para que não lhes sirvam mais de pasto. Porque assim diz o Senhor Deus: Eis que eu, eu mesmo, procurarei as minhas ovelhas, e as buscarei. Porque assim diz o Senhor Deus: Eis que eu, eu mesmo, procurarei as minhas ovelhas, e as buscarei. Como o pastor busca o seu rebanho, no dia em que está no meio das suas ovelhas dispersas, assim buscarei as minhas ovelhas. Livrá-las-ei de todos os lugares por onde foram espalhadas, no dia de nuvens e de escuridão. Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas, e eu as farei repousar, diz o Senhor Deus (Ezequiel 34. 2- 15).