Páginas

sexta-feira, 30 de maio de 2014

E Se Fosse Você? (Vencendo As Dificuldades Através da Fé)

       “Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada” (Mateus 10. 34); disse Jesus aos seus discípulos.
Em alguns lugares no mundo, assim como na Coreia do Norte, quem confessa ser cristão, ou possui uma Bíblia, corre o risco de ser condenado a mesma pena de morte daquelas que assistem a vídeos ou os distribuem ilegalmente, e aqueles que estão envolvidos em prostituição.
Diariamente 60 mil cristãos sofrem em campos de concentração por serem considerados cúmplices ou parentes dos executados pelos supostos crimes.
Alguém uma vez perguntou: “Quem disse que ser cristão é fácil”?

 
Na Coreia do Norte, ser cristão significa conviver com a pressão psicológica e física. Ali, quem não se prostra e nem presta culto à imagem do ex-ditador Kim Il Sung está se colocando vulneravelmente diante das imposições do governo.
Em muitos lares, a foto de Kim Il Sung é o objeto mais precioso, mas para os cristãos, o Senhor Jesus é o que há de maior valor.
Se uma pessoa for encontrada com a Bíblia, ela poderá ser condenada de crime político. Isso significa que ela não pode professar sua fé abertamente, isso ali é proibido, assim como ir aos cultos aos domingos.
Isso nos faz lembrar as palavras de Jesus:
“Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.
Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.
Mas qualquer que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.
Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada.
Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; e assim os inimigos do homem serão os da sua própria casa.
Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.
E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.
Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á” (10. 31-39).
Um norte-coreano, cristão, declarou à Portas Abertas: “Através da fé, venceremos as dificuldades e o sofrimento. E, também, confortados pela fé conseguiremos prosseguir”.
Você que está lendo este artigo possivelmente não passa por nenhum desses problemas, talvez seja um cristão abençoado financeiramente, talvez creia na Teologia da Prosperidade e por ser filho do Rei, é impossível passar por coisas desse tipo.
Mas muitos cristãos estão passando por isso exatamente agora, simplesmente por crerem em Jesus Cristo. Por não deixarem de crer mesmo diante as ameaças de morte, mesmo passando por prisões e torturas.
Este é um local do planeta onde ser cristão é muito difícil. Ali eles são presos, torturados e mortos. Mesmo assim a igreja continua a crescer, existem cerca de 400 mil cristãos no país. Como disse Paulo aos corintos: “perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos” (2 Coríntios 4. 9).
E porque você deixa de congregar por coisas tão tolas? Se alguém fala algo que você não concorda, se o som fica muito alto, se o ministério de louvor ensaia a poucos minutos do culto? Infantilidade espiritual!
O escritor do livro de Hebreus escreveu: “Ainda não tendes resistido até o sangue, combatendo contra o pecado (Hebreus 12:4).
Pense nisso...