Páginas

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

A Bíblia É A Revelação de Deus – Continuação


Apesar de toda a pecaminosidade e escuridão mental do homem, sempre há uma irreprimível disposição de se buscar a Deus: “Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs na mente do homem a idéia da eternidade, se bem que este não possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até o fim” (Eclesiastes 3. 11).
É essa disposição de se buscar a Deus que leva o homem muitas vezes em direções opostas ao Deus que estão buscando e os leva a idolatria ou ao vício. Como diz o apóstolo Paulo: “Ele fez isso para que todos pudessem procurá-lo e talvez encontrá-lo, embora Ele não esteja longe de cada um de nós” (Atos 17. 27).
Portanto, se existe uma revelação escrita, ela só pode ser a Bíblia. Só a Bíblia preenche as condições exigidas. Não existe nenhum outro livro que se possa comparar com a Bíblia.
Se dissermos que a Bíblia não é a revelação de Deus, então não haverá nenhuma revelação no mundo. O que acarretará em outras conseqüências. Pois o assunto principal da Bíblia é a redenção. Esse é o grande tema das Escrituras, a salvação pela fé.

Se não há revelação, não há redenção. Se não há redenção, não como a humanidade ter uma salvação e perdão de toda a maldade que pratica. Seríamos os seres mais infelizes no universo.
Mas existe o registro das Escrituras: “Ora, a este Jesus, Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas” (Atos 2. 32). O anúncio desse fato não é um acidente. Não é algo pelo qual não exista uma provisão. O fato existiu para ser contado, nos foi dado para ser pregado. Portanto o Evangelho é algo para ser conhecido em toda a terra, e para ser conhecido precisava ser escrito.
Nas páginas das Escrituras está revelado coisas que somente Deus pode saber, como a história da criação, o destino do mundo e as profecias.
As Escrituras exercem poder sobre o mundo. É capaz de transformar vida. Elas revelam exatamente aquilo que o homem necessita saber. E sua mensagem se adapta a todos os homens de todas as classes e de todas as épocas.
A harmonia entre os vários livros que Ela contém é prova de sua origem sobrenatural. Nela Cristo é o centro.
Na Bíblia encontramos benção e conforto para o homem. A consolação que ela traz aos pobres e aos aflitos prova que é um bom livro.
O estudo da Bibliologia mostra que a Bíblia Sagrada é a Palavra do Deus Vivo, mostra que é o conforto principal do homem.