Páginas

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Em Busca da Esperança


         O que acabou?
Seus relacionamentos? Seus projetos? Sua comunhão com os irmãos? Sua fé?
O que acabou?
Será que só há lugar para mágoas e ressentimentos?
Será que só há pessoas feridas e distantes dos outros?
O que acabou?
Será que só há divisão?
A palavra do Senhor diz: “Torno a trazer isso à mente, portanto tenho esperança” (Lamentações de Jeremias 3. 21).
Isso significa que o ódio pode se transformar em amor.
Pais podem se converter a seus filhos.
Filhos podem se converter a seus pais.
Maridos podem se converter a suas esposas.
Esposas podem se converter a seus maridos.
Irmãos podem voltar a estar unidos.
Inimigos podem se tornar amigos.
Os sonhos que foram sonhados juntos podem se realizar
A comunhão junto à mesa, lembranças da vida a dois, o amor e a amizade podem voltar a ser uma realidade.
Ninguém precisa ser um estranho para o outro, sem afeto, sem carinho, sem amor.
“Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do Senhor” (Lamentações de Jeremias 3. 26).
Precisamos consertar o que se quebrou, o que se acabou... O que se perdeu.
Nossos relacionamentos são a chave para uma vida sadia.
Vida saudável!
Esperança é uma crença na possibilidade de resultados positivos.
Está relacionada com eventos e circunstâncias da vida pessoal.
Esperança é acreditar que algo é possível mesmo quando tudo parece impossível.
Esperança requer perseverança, requer fé.